Um Modelo Celestial

Print Friendly
Um Modelo CelestialLesson 15

Êxodo 24:1-25:9

A História...

Nunca antes o Senhor se manifestou com tão poderosos sinais e maravilhas como quando libertou o povo de Israel da escravidão do Egito. Praga após praga caiu sobre o reino de faraó até que ele foi forçado a libertar seus cativos. Então o Senhor abriu o mar vermelho e conduziu a jovem nação à liberdade, enquanto afogava seus inimigos logo atrás deles.

Ao entrar no deserto, Deus surpreendeu muitos de seu povo ao conduzi-los para o sul — direção oposta à Terra Prometida. O Senhor sabia que antes que eles estivessem preparados para receber sua herança, deveriam se organizar e confiar nEle. Ao caminharem rumo ao Monte Sinai, Deus supriu cada uma de suas necessidades. Quando estavam com fome, Deus os alimentava com pão do céu. Quando estavam com sede, Deus fazia brotar água da rocha. Quando surpreendidos por inimigos, Deus lhes dava uma vitória gloriosa.

Finalmente os israelitas se acamparam ao pé da montanha. Lá, Deus fez algo que nunca tinha feito antes. Expressou — para que toda a nação ouvisse — Seu pacto, os dez mandamentos. Após Deus falar audivelmente Sua lei, chamou Moisés ao Monte Sinai para receber uma transcrição escrita em pedra. Mas Deus também deu algo mais a ele. Ao Moisés passar 40 dias e 40 noites no monte, recebeu instruções detalhadas para construir um lindo templo para Deus que pudesse ser transportado. Seria uma miniatura de Sua morada no céu. Esta única estrutura era uma lição objetiva tridimensional para o mundo todo do plano para nos salvar do pecado.

O Estudo

Preencha as lacunas após ler cada texto bíblico.
1. O que Deus pediu para Moisés construir e por quê?

1. O que Deus pediu para Moisés construir e por quê?



Êxodo 25:8. E me farão um __________, para que eu possa habitar no meio deles.


Resposta:  ____________________

2. O que Deus esperava que Seu povo aprendesse do santuário e seu serviço?

2. O que Deus esperava que Seu povo aprendesse do santuário e seu serviço?



Salmos 77:13. O teu __________, ó Deus, é de santidade. Que deus é tão grande como o nosso Deus?

Salmos 68:24. Viu-se, ó Deus, o teu cortejo, o cortejo do meu Deus, do meu Rei, no santuário.


Resposta:  ____________________

Nota:

   A Bíblia é clara quando diz: “O teu caminho, ó Deus, está no santuário” (Sl
77:13, ACF) e “Eles têm visto os teus caminhos; os caminhos do meu Deus,
meu Rei, no santuário (Sl 68:24, ACF). O caminho, ou plano, de salvação de
Deus estava revelado no santuário terrestre. Tudo no santuário, ou conectado
aos seus rituais, era um símbolo do que Jesus iria fazer para nos salvar. É
impossível entender completamente o plano da salvação até entendermos o
santuário e seus rituais. Tratava-se de uma enorme lição tridimensional na
prática que explicava o processo de salvação.

3. Onde Moisés obteve a planta do santuário?

3. Onde Moisés obteve a planta do santuário?



Êxodo 25:40. Vê, pois, que tudo faças segundo o __________ que te foi mostrado no monte.


Resposta:  ____________________

Nota:

   A planta do santuário, com todas as especificações para sua construção, foi
dada por Deus a Moisés no monte Sinai (Hebreus 8:5). Era para ser uma
cópia em miniatura do santuário original de Deus que está no céu.

O primeiro santuário, ou tabernáculo, era uma elegante estrutura em forma
de tenda (aprox. 15 x 5 metros, com base em um côvado de 50 cm). Lá,
habitava a presença sobrenatural de Deus e eram realizados os rituais
especiais. As paredes eram feitas de tábuas de madeira de acácia colocadas
verticalmente em bases de prata e cobertas de ouro (Êxodo 26:15-19, 29). O
teto era feito de quatro camadas — linho, pelo de cabra, pele de carneiro
tingida de vermelho e pele de texugo (versículos 1, 7, 14). Tinha dois
compartimentos: o lugar santo (10 x 5 metros), e o lugar santíssimo (5 x 5
metros). Consulte o diagrama acima ao revisar esta lição.

4. Quais utensílios havia no pátio?

4. Quais utensílios havia no pátio?



A. Êxodo 29:18. Assim, queimarás todo o carneiro sobre o altar; é holocausto para o SENHOR, de aroma agradável, oferta queimada ao SENHOR.

B. Êxodo 30:18. Farás também uma __________de bronze com o seu suporte de bronze, para lavar. Pô-la-ás entre a tenda da congregação e o altar e deitarás água nela.


Resposta:  ____________________

Nota:

   O altar do sacrifício (Êxodo 27:1-8) era onde se sacrificavam os animais.
Localizava-se no pátio, ou átrio, do lado de fora da tenda do santuário. Esse
altar representava a cruz de Cristo. O sacrifício dos animais representava
Jesus, o sacrifício supremo (João 1:29). A bacia (Êxodo 30:17-21; 38:8) era
um grande recipiente de bronze localizado entre a entrada para a tenda do
santuário e o altar do sacrifício. Lá, os sacerdotes lavavam as mãos e os pés
antes de entrar na tenda do santuário ou oferecer sacrifício. A água
representava o batismo, a purificação do pecado e o novo nascimento.

5. Quais são os três utensílios que ficavam no lugar santo?

5. Quais são os três utensílios que ficavam no lugar santo?



A. Números 4:7. Também sobre a mesa da proposição estenderão um pano azul; e, sobre ela, porão os pratos, os recipientes do incenso, as taças e as galhetas; também o pão contínuo estará sobre ela.

B. Números 8:2. Fala a Arão e dize-lhe: Quando colocares as lâmpadas, seja de tal maneira que venham as sete a alumiar defronte do candelabro.

C. Êxodo 30:1. Farás também um __________ para queimares nele o incenso; de madeira de acácia o farás.

Resposta:  ____________________

Nota:

   A mesa com os pães da proposição (Êxodo 25:23-30) representava Jesus, o
“pão vivo que desceu do céu” (João 6:51). O candelabro de sete lâmpadas
(Êxodo 25:31-40) representava Jesus, “a luz do mundo” (João 9:5; 1:9). As
lâmpadas de azeite simbolizavam o Espírito Santo (Zacarias 4:1-6;
Apocalipse 4:5). O altar de incenso (Êxodo 30:1-8) representava as orações
do povo de Deus (Hebreus 5:7).

6. Que item especial ficava no lugar santíssimo?

6. Que item especial ficava no lugar santíssimo?



Êxodo 26:34. Porás a coberta do propiciatório sobre a __________ do Testemunho no Santo dos Santos.

Resposta:  ____________________

Nota:

   O único objeto que ficava no lugar santíssimo (Êxodo 25:10-22) era a arca
do Testemunho, uma arca de madeira de acácia revestida de ouro. Acima
da arca havia dois anjos feitos de puro ouro. A tampa da arca era chamada
de propiciatório (Êxodo 25:17-22), onde habitava a presença de Deus. Esse
local simbolizava o trono de Deus no céu, que também está localizado
“entre os querubins” (Salmos 80:1, ACF; Isaías 6:1, 2).

7. O que havia dentro da arca?

7. O que havia dentro da arca?



Êxodo 25:21. Porás o propiciatório em cima da arca; e dentro dela porás o __________, que eu te darei.

Deuteronômio 10:4, 5. Então, escreveu o SENHOR nas tábuas, segundo a primeira escritura, os dez mandamentos que ele vos falara no dia da congregação, no monte, no meio do fogo; e o SENHOR mas deu a mim. Virei-me, e desci do monte, e pus as tábuas na arca que eu fizera; e ali estão, como o SENHOR me ordenou.
(Deut. 10:4-5 ARA)


Resposta:  ____________________

Nota:

   Deus escreveu Sua aliança com o próprio dedo em duas tábuas de pedra, e
elas foram colocadas dentro da arca. O propiciatório estava acima delas,
significando que enquanto o povo de Deus confessasse e abandonasse seus
pecados (Provérbios 28:13), a misericórdia seria estendida a eles através do
sangue que era aspergido pelo sacerdote, no propiciatório (Levítico 16:15,
16). Esse sangue representava o sangue derramado por Jesus para trazer
perdão e purificação a todas as pessoas (Mateus 26:28; Hebreus 9:22; 1
João 1:9).

8. Por que os animais precisavam ser sacrificados no ritual do santuário no Antigo Testamento?

8. Por que os animais precisavam ser sacrificados no ritual do santuário no Antigo Testamento?



Hebreus 9:22. Com efeito, quase todas as coisas, segundo a lei, se purificam com __________; e, sem derramamento de __________, não há remissão.

Mateus 26:28. Porque isto é o meu __________, o __________ da nova aliança, derramado em favor de muitos, para remissão de pecados.

Resposta:  ____________________

Nota:

   O sacrifício de animais era necessário para ajudar as pessoas a entenderem
que, sem o sangue de Jesus derramado na cruz, não pode haver remissão
dos pecados. A chocante verdade é que o salário do pecado é a morte.
Pelo fato de todos haverem pecado, todos devem morrer — e teríamos
morrido se Jesus não tivesse dado Sua vida perfeita e morrido em nosso
lugar para pagar por nossos pecados. O pecador trazia seu próprio animal e
o matava com sua própria mão (Levítico 1:4, 5). Era sangrento e chocante,
impressionando as pessoas para a solene verdade que o pecado causou a
morte de Jesus. Assim, em busca de salvação, eles ansiavam a cruz,
enquanto nós nos remetemos a ela. Não há outra fonte de salvação.

9. Quando os animais eram sacrificados pelo pecado, o que acontecia com o pecado?

9. Quando os animais eram sacrificados pelo pecado, o que acontecia com o pecado?



Levítico 1:4, 5. E porá a __________ sobre a cabeça do holocausto, para que seja aceito a favor dele, para a sua expiação. Depois, imolará o novilho perante o SENHOR; e os filhos de Arão, os sacerdotes, apresentarão o sangue e o aspergirão ao redor sobre o altar que está diante da porta da tenda da congregação.

Resposta:  ____________________

Nota:

   Quando o pecador colocava suas mãos sobre a cabeça do animal e
confessava seus pecados, os pecados eram simbolicamente transferidos do
pecador para o animal. Assim, o animal se tornava culpado e tinha que pagar
com a morte. Isso representava Jesus levando os nossos pecados sobre Si.

10. Quando um animal era oferecido por toda a congregação, o que acontecia com o pecado?

10. Quando um animal era oferecido por toda a congregação, o que acontecia com o pecado?



Levítico 4:17. Molhará o dedo no sangue e o __________ sete vezes perante o SENHOR, diante do véu.

Resposta:  ____________________

Nota:

   O sacerdote aspergia um pouco de sangue diante do véu dentro do
santuário transferindo, assim, simbolicamente, o pecado das pessoas para o
santuário. Quando Jesus ascendeu ao céu após Sua morte, ofereceu Seu
sangue (assim como fazia o sacerdote do passado) para mostrar que nossos
pecados são perdoados quando confessados em nome de Jesus (1 João 1:9).

11. Quais dois símbolos do santuário Jesus cumpriu por nós?

11. Quais dois símbolos do santuário Jesus cumpriu por nós?



1 Coríntios 5:7. Lançai fora o velho fermento, para que sejais nova massa, como sois, de fato, sem fermento. Pois também Cristo, nosso __________ pascal, foi imolado.

Hebreus 4:14. Tendo, pois, a Jesus, o Filho de Deus, como grande sumo sacerdote que penetrou os céus, conservemos firmes a nossa confissão.

Resposta:  ____________________

Nota:

   Jesus se apresenta como sacrifício por nossos pecados e como nosso Sumo
Sacerdote celeste cumprindo, assim, duas coisas miraculosas em nosso
favor. A primeira é uma mudança completa de vida, chamada novo
nascimento, na qual todos os pecados do passado são perdoados (João 3:3-
6; Romanos 3:25). A segunda é o poder para viver corretamente no
presente e no futuro (Tito 2:14; Filipenses 2:13). Essas duas coisas tornam
uma pessoa justa, o que significa que passa a existir uma relação justa entre
essa pessoa e Deus. Não há outra forma de alguém se tornar justo pelas
obras (seus próprios esforços), porque a justiça provém da graça que apenas
Jesus pode proporcionar (Atos 4:12). Isso é justiça pela fé, que é a única
forma verdadeira de justiça.

12. Quais seis promessas maravilhosas a Bíblia nos dá com relação à justiça oferecida a nós por Jesus?

12. Quais seis promessas maravilhosas a Bíblia nos dá com relação à justiça oferecida a nós por Jesus?



A. Cobrirá nossos pecados passados e nos considerará inocentes (Isaías
44:22; 1 João 1:9).

B. Jesus promete nos restaurar à imagem de Deus (Romanos 8:29).

C. Jesus nos dá o desejo e poder para fazer a vontade de Deus
(Filipenses 2:13).

D. Jesus nos ajudará a fazer apenas as coisas que agradam a Deus
(Hebreus 13:20; 1 João 3:22).

E. Ele remove nossa sentença de morte dando-nos crédito por Sua vida
sem pecado e Sua morte expiatória (2 Coríntios 5:21).

F. Jesus assume a responsabilidade de nos ajudar a que nos
mantenhamos fiéis até que Ele volte (Filipenses 1:6; Judas 24).

Resposta:  ____________________

Nota:

   Jesus está pronto para cumprir todas essas gloriosas promessas em sua vida.
Está você pronto? Ajoelhe-se agora e peça a Ele para orientar sua vida. Ele não
falhará em ajudá-Lo.

13. Temos algum papel a desempenhar para nos tornarmos justos?

13. Temos algum papel a desempenhar para nos tornarmos justos?



Mateus 7:21. Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a __________ de meu Pai, que está nos céus.

Resposta:  ____________________

Nota:

   Sim, nosso papel é entregar nosso coração e nossa vontade a Jesus e permitir
que Ele reine. Devemos confiar a Ele o controle total de nossa vida. Muitos
creem que Jesus levará ao céu todos os que simplesmente professam Seu
nome, independente de como se conduzem. Porém, essa crença fatal não é
verdadeira (Mateus 7:14).

14. O que acontecia no dia da expiação?

14. O que acontecia no dia da expiação?



Levítico 16:30. Porque, naquele dia, se fará expiação por vós, para __________; e sereis purificados de todos os vossos pecados, perante o SENHOR.


Resposta:  ____________________

Nota:

   O dia da expiação era um dia de juízo solene que acontecia em Israel uma vez
por ano (Levítico 23:27). Todo pecado tinha que ser confessado e
abandonado. Aqueles que se recusassem eram, no mesmo dia, expulsos para
sempre do acampamento de Israel (versículo 29). Nesse dia, dois bodes eram
selecionados. Um seria o bode do Senhor e, o outro, o bode emissário, que
representava Satanás (Levítico 16:7, 8). O bode do Senhor era sacrificado e
oferecido pelos pecados do povo (versículo 9). Seu sangue era levado ao lugar
santíssimo e aspergido no propiciatório e diante dele (versículo 15). Nesse dia,
somente o sumo sacerdote podia entrar no lugar santíssimo. O sangue
aspergido (representando o sacrifício de Jesus) era aceito por Deus, e os
pecados confessados do povo eram transferidos do santuário para o sumo
sacerdote. Em seguida, ele transferia esses pecados confessados para o bode
emissário, que era conduzido até o deserto e abandonado (versículos 16, 20,
22). Deste modo, o santuário era simbolicamente purificado dos pecados do
povo, os quais haviam sido transferidos ali pelo sangue aspergido durante todo
o ano interior.

15. O dia da expiação prefigurava uma purificação do santuário celestial?

15. O dia da expiação prefigurava uma purificação do santuário celestial?



Hebreus 9:23. Era necessário, portanto, que as figuras das coisas que se acham nos céus se purificassem com tais sacrifícios, mas as próprias coisas celestiais, com sacrifícios a eles __________.


Resposta:  ____________________

Nota:

   Sim! Os rituais desse dia apontavam para o cancelamento, ou apagamento, dos
pecados por Jesus, nosso Sumo Sacerdote, no santuário celestial. Ele está lá para
mediar por Seu povo e está pronto para apagar os pecados de todo aquele que
exerça fé no sangue derramado por Ele. O antigo dia da expiação, como o Yom
Kippur atual de Israel, era uma sombra da expiação a ser realizada pelo planeta
Terra. A expiação final conduz ao juízo final, que liquidará para sempre a questão do
pecado na vida de cada pessoa.

16. Está disposto a colocar sua vida inteiramente nas mãos de Jesus, a fim de que Ele possa operar os milagres necessários para lhe tornar justo?

16. Está disposto a colocar sua vida inteiramente nas mãos de Jesus, a fim de que Ele possa operar os milagres necessários para lhe tornar justo?





Resposta:  ____________________

The Sanctuary and the Little Horn by Doug Batchelor

The Sanctuary and the Little Horn by Doug Batchelor

Other Languages


Contact Us

Name:


Email:


Prayer Request:


Share a Prayer Request
Name:


Email:


Bible Question:


Ask a Bible Question

Related Video

Related Audio

Related Print

God's Promises




Back To Top